Visual frontal e lateral do Xiaomi SU7
    Créditos: Divulgação Xiaomi

    Após anos promovendo o lançamento do seu primeiro carro a Xiaomi finalmente revelou o sedã SU7. O primeiro modelo elétrico da fabricante é vendido em duas versões e possui integração completa com o sistema HyperOS lançado em outubro.

    A revelação do Xiaomi SU7 foi realizado em um evento na madrugada desta quinta-feira (28) e nele a empresa revelou tudo sobre o modelo. Em termos visuais o sedã é inspirado em modelos de fabricantes como a Tesla e Porsche e tem um cockpit inteligente com uma tela 3K de 16.1 polegadas.

    O hardware do SU7 possui o chipset Qualcomm Snapdragon 8295 e dois chips Nvidia Orin X de 508 TOPS para o sistema de direção inteligente. Em seu primeiro veículo elétrico a Xiaomi está equipando o modelo com seu novo sistema HyperOS, prometendo que com isso o veículo vai ter uma integração com diversos outros produtos da fabricante.

    Parte interna e cockpit do Xiaomi SU7Parte interna e cockpit do Xiaomi SU7
    Divulgação Xiaomi
    • Potência: motor duplo de 673 cv (495 kW)
    • Torque máximo: 838 Nm
    • Aceleração de 0 a 100 km: 2.78 segundos
    • Velocidade máxima: 265 km/h
    • Distancia de freio de 100 a 0 km: 33.3 metros
    • Autonomia: 800 km
    • Potência: 299 cv
    • Torque: 400 Nm
    • Aceleração de 0 a 100 km: 5.28 segundos
    • Velocidade máxima: 210 km/h
    • Distancia de freio de 100 a 0 km: 35.5 metros
    • Autonomia: 668 km

    Ambos as versões do SU7 medem 4.997 mm de comprimento, 1.963 mm de largura e 1.455 mm de altura. Para carregamento a fabricante afirma que o modelo Max conta com suporte para carregamento rápido, capaz de oferecer um alcance de 220 km apenas 5 minutos na tomada.

    Traseira do carro Xiaomi SU7Traseira do carro Xiaomi SU7
    Divulgação Xiaomi

    A Xiaomi ainda não revelou quando vai começar as vendas do SU7 e SU7 Max, mas isso deve acontecer no começo de 2024.

    Rumores apontam que a BAIC é a responsável pela fabricação do Xiaomi SU7. Vazamentos afirmam que o sedã vai custar cerca de CNY 300.000, aproximadamente R$ 204.669 em conversão direta.

    Com o lançamento do SU7, o CEO da empresa, Lei Jun, afirmou que a fabricante quer estar entre as cinco maiores montadoras do mundo dentro de 15 a 20 anos.

    Como relatado pelo ArenaEV, a curto prazo a Xiaomi espera ser uma das lideres no mercado de direção inteligente em 2024.

    A fabricante deve revelar mais sobre seus planos para o mercado automotivo no ano que vem.

    Fonte: Xiaomi, ArenaEV

    Share.