TikTok identificação de produtos automática
    Créditos: TikTok/Reprodução

    De acordo com o portal internacional Bloomberg, a rede social TikTok começou a testar a identificação automática de produtos em vídeos. Com o recurso, a plataforma espera direcionar diretamente os usuários através de links de compra para “produtos similares na loja do TikTok“.

    Ou seja, a ideia do TikTok é redirecionar os usuários para sua própria loja, oferecendo produtos similares a quem assiste vídeos. Além disso, a companhia divulgou recentemente seu objetivo em faturar mais de US$ 17,5 bilhões com a venda de produtos.

    Como baixar vídeos da plataforma
    – com ou sem marca d’água

    TikTok compra de produtosTikTok compra de produtos
    CRÉDITOS: TikTok

    Como você pode ver na imagem acima, o TikTok automaticamente criou um link direcionando à loja da rede social. Ao identificar o manequim, a plataforma criou link e ofereceu ao usuários um modelo de roupa similar ao produto em destaque no vídeo.

    Apesar da companhia planejar demissões para cortar custos, eles também estão de olho em aumentar o faturamento. Em comunicado ao portal Bloomberg, um porta-voz do TikTok afirmou que o recurso está em fase de testes inicial, e deve demorar até chegar ao aplicativo.

    O TikTok é uma rede social popular no Brasil e ao redor do mundo soma mais de 1 bilhão de downloads. Pesquisas recentes mostram o poder da plataforma nos jovens, destacando a preferência deles pelas buscas no TikTok ao invés do Google.

    TikTokTikTok
    Divulgação

    Além disso, muitos afirmam serem influenciados pelos vídeos na plataforma quando o assunto é comprar produtos. Com o novo recurso de identificação automática, o TikTok pode ampliar de forma expressiva o alcance de sua loja.

    Caso o usuário veja um produto interessante no vídeo de seu TikToker favorito, vai receber um link direto para um produto igual, ou muito semelhante, diretamente da loja do app.

    Por enquanto, a companhia não informou se a ferramenta será implementada de forma ampla, ou se vai trabalhar diretamente com criadores de conteúdo, gerando maior remuneração. Como ainda está em fase de testes, deve demorar alguns meses até vermos o recurso disponível na rede social.

    Fonte: The Verge

    Share.