Google Chrome vai começar a bloquear cookies
    Créditos: Microsoft/Copilot

    A partir desta quinta-feira, dia 04 de janeiro de 2024, o Google Chrome vai começar a bloquear cookies de terceiros. A mudança vai acontecer em duas etapas: a partir de hoje, ela chegará em 1% dos usuários. A segunda etapa está prevista para o terceiro trimestre de 2024, implementando o recurso ao restante das pessoas.

    O bloqueio de cookies é uma das grandes novidades do navegador do Google. Quem for selecionado na primeira etapa do bloqueio de Cookies do Google Chrome, vai receber uma notificação sobre a mudança no navegador, seja no desktop ou mobile.

    Como ativar aceleração de hardware no navegador

    Google ChromeGoogle Chrome
    Foto: Nathana Rebouças/Unsplash

    Cookies são dados armazenados pelos navegadores, com informações sobre o comportamento do usuário na rede. Com eles, os anúncios recebem segmentação, de acordo com a preferência e estilo de cada usuário.

    Com o bloqueio dos cookies, o Google Chrome vai começar a iniciativa Privacy Sandbox, um projeto de proteção antirrastreamento. Dessa forma, a Big Tech busca oferecer mais privacidade aos usuários e fornecer informações para os anunciantes de forma anônima.

    Ou seja, o usuário vai continuar recebendo anúncios personalizados, mas com a promessa disso acontecer de forma segura e privada. Após o bloqueio de cookies no Google Chrome, os anunciantes vão segmentar os anúncios através da ferramenta Topics. A ferramenta filtra os usuários anonimamente, com base no estilo de navegação.

    Por último, a companhia alerta sobre possível instabilidade em alguns sites após a atualização com o bloqueio de cookies no Google Chrome. Por isso, o update acontecerá em duas etapas. A primeira chega apenas a 1% dos usuários como um teste, assim a Big Tech consegue acompanhar o desdobramento da atualização.

    Caso você não receba notificação do Google Chrome sobre o bloqueio de cookies de terceiros, não se preocupe. Durante o terceiro trimestre de 2024, a novidade vai chegar globalmente aos usuários do navegador. A mudança é grande e deve impactar de forma expressiva a segmentação de anúncios na plataforma.

    Fonte: The Verge

    Share.