Rio de Janeiro inicia reflorestamento com drones
    Créditos: Morfo/Divulgação

    A startup Morfo e a prefeitura do Rio de Janeiro iniciaram uma parceria ambiental, com objetivo de reflorestar as áreas verdes do Rio de Janeiro. Drones serão utilizados para dispersar sementes nativas em zonas de difícil acesso, nas áreas montanhosas da cidade.

    Para selecionar as sementes e as regiões onde os drones irão trabalhar, um estudo geográfico e de análise de solo é feito com antecedência. De acordo com a prefeitura do Rio de Janeiro, computadores com IA selecionam as regiões especificas onde vai acontecer a dispersão.

    Mordo no Rio de JaneiroMordo no Rio de Janeiro
    CRÉDITOS: Morfo

    Os drones da Morfo são capazes de dispersar 180 cápsulas de semente por minuto. A companhia destaca que isso é 100 vezes mais rápido do que a ação humana em processos de reflorestamento.

    Com a utilização dos drones, o processo de reflorestamento será facilitado. Os dispositivos acessam com maior rapidez locais de difícil acesso, acelerando o processo. Como o Rio de Janeiro é uma cidade com regiões montanhosas, a parceria entre Morfo e prefeitura é essencial.

    Além disso, a “semeadura por meio de drones assistidos por IA também elimina a necessidade de meses de cuidados com as mudas“, informou a startup. Dessa forma, todo o processo de cuidado se torna mais ágil. Algo muito importante, quando falamos em locais de difícil acesso.

    O processo de reflorestamento via drones na cidade do Rio de Janeiro começou nos últimos dias. Por enquanto, ainda é cedo para vermos os resultados, mas vamos acompanhar o processo e torcer pelo desfecho positivo da iniciativa ambiental.

    Caso funcione no Rio de Janeiro, muitas outras regiões e cidades do Brasil podem se beneficiar de tais estratégias de reflorestamento. A utilização de drones pode se mostrar um aliado importante, principalmente em regiões como a Amazônia.

    Quem sabe, no futuro, veremos a iniciativa da cidade do Rio começando em outras regiões do Brasil. Os drones podem ser os aliados perfeitos em processos de reflorestamento, ainda mais em um país vasto como o Brasil.

    Fonte: Reuters

    Share.