Primeira versão beta do Android 15 estará disponível em abril
    Créditos: Divulgação/Google

    A próxima geração do sistema operacional móvel do Google, o Android 15, já deu o pontapé inicial com a liberação da primeira versão beta para desenvolvedores. Entretanto, usuários comuns verão a novidade chegar em etapa, com o beta aberto previsto para chegar em abril e a versão final apenas no próximo semestre.

    A mais recente versão do Privacy Sandbox, iniciativa do Google para fortalecer a privacidade no Android, limita o acesso de terceiros a dados pessoais utilizados em publicidade mobile. Outra novidade é o compartilhamento parcial da tela, permitindo exibir apenas a parte desejada de um aplicativo em vez de toda a interface.

    O Android 15 também traz boas novas para quem produz conteúdo. Desenvolvedores e criadores terão controle mais preciso do hardware da câmera, podendo aproveitar melhor recursos como brilho do preview, intensidade do flash e conexão de dispositivos MIDI 2.0 via USB.

    Foto: Joe Maring/Digital Trends

    Para garantir apps e jogos mais fluidos e eficientes, o sistema conta com melhorias no Android Dynamic Performance Framework. Essas ferramentas ajudam desenvolvedores a otimizar o uso de processamento e evitar o aquecimento excessivo dos dispositivos.

    Se você não é desenvolvedor, não se preocupe. Em abril e maio, o Google abrirá inscrições para o programa beta aberto. Já a versão estável, acessível a todos os usuários Android, chegará entre junho e julho, com previsão de lançamento final para o segundo semestre.

    Até o lançamento da versão final, o cronograma do Google inclui quatro fases de período de testes. Serão quatro betas sendo realizados entre abril e o lançamento oficial do aparelho para que todas as possíveis falhas consigam ser corrigidas pela fabricante até a chegada do novo sistema operacional.

    Por enquanto, a versão beta para desenvolvedores está disponível apenas para a linha de smartphones e tablets Pixel do Google. Ao longo do ano, o Android 15 será liberado para outros aparelhos. Caso queira testar com segurança, é possível usar as imagens do sistema no emulador Android Studio.

    Fonte: 9to5Google

    Share.