Arte da Apple Siri
    Créditos: Divulgação Apple

    A Apple pode está preparando adicionar o suporte para inteligência artificial generativa na Siri. Segundo informações do ExtremeTech, a Maçã está trabalhando em uma reformulação da sua assistente virtual para o iOS 18, que vai ser revelado em junho.

    Rumores apontam que a Apple está testando seu sistema de IA em outros serviços antes de levar para o iOS. O site afirma que a fabricante começou a testar a novidade com a Apple TV.

    Agora as fontes ligadas ao portal afirmam que a empresa pode levar recursos de inteligência artificial para iPhones com o iOS ainda neste ano. A grande novidade da empresa nesse segmento deve ser a Siri reformulada, que vai ter recursos generativos.

    A revelação dessa novidade deve acontecer durante a Worldwide Developers Conference (WWDC) 2024, que vai acontecer em junho. A Siri atualizada com IA generativa deve ser uma das principais novidades do iOS 18.

    Como destacado pelo ExtremeTech, nos últimos anos a assistente virtual está estagnada e sem grandes novidades. Com o iminente integração do Bard no Google Assistente a Apple não quer deixar a Siri para trás no iOS 18.

    Apple iPhoneApple iPhone
    Divulgação Apple

    Recentemente o jornalista Mark Gurman, da Bloomberg, revelou que a Apple tem grandes planos para o iOS 18. Além da Siri, a empresa quer implementar IA generativa em aplicativos como o Pages e Keynote.

    Com as novidades do iOS 18 a Apple deve usar IA em outros serviços, como o Apple Music.

    Gurman destaca que apesar dos planos de usar IA no iOS, a Apple está muito atrasada em relação aos seus concorrentes e quer diminuir essa diferença.

    “Há uma corrida armamentista de IA em andamento e a Apple não estará do lado de fora olhando para dentro”

    Afirmou um analista do Financial Times

    Apesar do interesse da Apple de lançar a novidade ainda em 2024, os recursos de inteligência artificial e IA generativa da fabricante deve ser totalmente dimensionado apenas em 2025.

    Fonte: ExtremeTech, FinancialTimes

    Share.