iPhone vai permitir acesso a loja de terceiros na Europa
    Créditos: Apple/Reprodução

    A Apple divulgou a primeira versão beta do iOS 17.4 nesta sexta-feira, dia 26 de janeiro, prometendo grandes mudanças para o iPhone e App Store na União Europeia. Agora, o iPhone terá suporte a lojas de terceiros e também a novas formas de pagamento.

    Enquanto o iOS 17.3 chegou com novo sistema de proteção contra roubo, a Apple continuou recebendo pressão na App Store para abrir o acesso à sua loja digital no iPhone. “desenvolvedores poderão oferecer aplicativos iOS para download em lojas alternativas e auxiliar na proteção de suas propriedades intelectuais“.

    iPhone 16 Pro deve ter mais RAM e 5G mais rápidoiPhone 16 Pro deve ter mais RAM e 5G mais rápido
    Apple/Reprodução

    A mudança acontece antes da data limite do dia 7 de março, onde a Apple será obrigada a cumprir a Lei de Mercados Digitais da União Europeia. Portanto, as alterações possuem um objetivo claro e só acontecem após pressão governamental.

    A Lei de Mercados Digitais da União Europeia vai obrigar a Apple a oferecer APIs e ferramentas, permitindo aos desenvolvedores para oferecer aplicativos iOS em lojas de terceiros. A decisão, por exemplo, vai aumentar as possibilidades de acesso e pagamento na App Store de usuários adquirindo a versão Pro Max do novo iPhone.

    Porém, as lojas de terceiros vão precisar passar pelo sistema de aprovação da Big Tech da maçã. Dessa forma, a companhia espera garantir a segurança de quem acessa o App Store através dos smartphones iPhone.

    Nova App Store no iPhoneNova App Store no iPhone
    CRÉDITOS: Print de Tela/9to5Mac

    Além disso, como podemos ver na imagem acima, a Apple vai avisar aos usuários e se eximir de responsabilidades em caso de compras em lojas de terceiros através do iPhone. O sistema supostamente é seguro, pois lojas serão aprovadas somente após passarem nos testes da Apple.

    Através do sistema Notarization, a companhia pretende checar se a loja alternativa e os seus sistemas de pagamento são seguros no iPhone. Com o Notarization, a companhia vai checar a funcionalidade, segurança e a privacidade, através de um longo processo de checagens.

    Além disso, a Apple também vai permitir aos usuários alterar a loja padrão do iPhone. Isso mesmo, usuários na Europa poderão substituir o App Store por uma loja de terceiro autorizada. Por último, os desenvolvedores das lojas terão de pagar uma taxa de 0.50 euros por instalação anual, pelo download da loja alternativa.

    Por enquanto, as medidas valem apenas na Europa, mas vamos ver como serão as mudanças na App Store do iPhone. Com o passar do tempo, a Big Tech da maçã pode ter de oferecer o mesmo modelo de serviço em outras regiões do mundo, incluindo o Brasil.

    Fonte: BGR, 9to5MAC

    Share.