Programa do Imposto de Renda 2024
    Créditos: Juca Varella/Agência Brasil

    O programa gerador da Declaração do Imposto de Renda (DIRPF) 2024 está liberado para download! Com a temporada começando em 15 de março, contribuintes já podem se preparar para entregar o documento.

    O programa está disponível para download em smartphones (Android e iOS) e computadores (Windows, MacOS e Linux).

    1. Acesse a página da Receita Federal de Programas Geradores de Declaração (PGD);
    2. Selecione “Imposto de Renda (DIRPF)“;
    3. Clique em “Baixar programa” no quadro “Programa IRPF 2024”;
    4. Escolha a versão compatível com seu sistema operacional;
    5. Siga as instruções para baixar e instalar o programa.
    Divulgação/Receita Federal

    Atenção: ainda não é possível enviar a declaração. O prazo de entrega começa em 15 de março.

    Contribuintes com conta gov.br nível ouro ou prata podem usar a declaração pré-preenchida. Diversos campos já estarão preenchidos com informações do ano anterior, do carnê-leão e de declarações de terceiros. É importante verificar todas as informações antes de enviar.

    Prepare-se com antecedência e evite filas!

    A Receita Federal antecipou a liberação do programa gerador da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2024. A partir de hoje (12), contribuintes com conta nível prata e ouro no Portal Gov.br podem baixar o programa e começar a se preparar para a entrega da declaração, que começa no dia 15 de março.

    A antecipação permite que os contribuintes verifiquem as informações necessárias e levantem documentações antecipadamente. O download para o público em geral estará disponível a partir de sexta-feira (15).

    A declaração deste ano teve algumas mudanças. O limite de isenção de Imposto de Renda subiu, mas os limites de deduções não mudaram. É importante verificar as instruções da Receita Federal para se familiarizar com as alterações e evitar erros na declaração.

    O prazo de entrega da declaração vai de 15 de março a 31 de maio. A Receita Federal espera receber 43 milhões de declarações neste ano.

    Fonte: Receita Federal

    Share.