ChromeOS ChromeOS no lugar do Windows
    Créditos: Divulgação/Google

    O encerramento do suporte ao Windows 10, previsto para outubro de 2025, deixará milhões de computadores inseguros. O Google, no entanto, aponta uma alternativa: o ChromeOS Flex. O sistema operacional leve e baseado em nuvem pode prolongar a vida útil de computadores antigos, com o benefício adicional de atualizações de segurança regulares.

    O ChromeOS Flex se apresenta como uma opção viável para quem não quer pagar por suporte estendido da Microsoft e nem comprar um novo PC. Além disso, substituir o Windows por um sistema operacional mais leve pode até trazer ganhos de desempenho em máquinas antigas.

    A proposta do Google ganha tração ao trazer vantagens adicionais para empresas, incluindo custos reduzidos com suporte de TI. O ChromeOS Flex é compatível com diversas soluções do Chrome Enterprise, oferecendo gerenciamento de frotas, fácil configuração de sistemas e proteção contra ciberataques.

    Chromebooks terão garantia de 10 anos de atualizações automáticas

    Entretanto, existe um desafio considerável: o ChromeOS não consegue executar programas desenvolvidos para Windows. O Google tenta mitigar esse problema com opções de streaming de aplicativos legados, mas isso exige uma conexão de internet estável e não suporta todos os programas existentes.

    O ChromeOS Flex é a resposta perfeita (e gratuita!) para usuários do Windows 10 com hardware em boas condições que se sentem abandonados pela mudança para o Windows 11“, afirma Naveen Viswanatha, responsável por produtos comerciais do ChromeOS no Google.

    Apesar da promessa, o ChromeOS Flex ainda não conquistou ampla popularidade. Em janeiro de 2024, sua participação de mercado global era de modestos 1,78%, ficando atrás do domínio do Windows (73%) e da presença significante do MacOS (16,11%), segundo dados do StatCounter.com.

    Google quer levar inteligência artificial do Bard para o ChromeOS

    Requisitos:

    • Computador com processador Intel ou AMD de 64 bits
    • 4 GB de RAM
    • 16 GB de armazenamento interno
    • Pendrive com 8 GB ou mais de espaço livre
    • Acesso à internet

    Passo a passo:

    1. Baixe a ferramenta de criação de mídia do ChromeOS Flex:
    2. Faça backup dos seus dados:
      • O processo de instalação apagará todos os dados do seu computador.
      • Faça backup de todos os seus arquivos importantes antes de continuar.
    3. Reinicie o seu computador e inicialize pelo pendrive:
      • Conecte o pendrive bootável ao seu computador.
      • Ligue o computador e pressione a tecla para entrar na BIOS (geralmente F2, F10 ou Del).
      • Na BIOS, altere a ordem de inicialização para que o pendrive seja o primeiro dispositivo a ser inicializado.
      • Salve as alterações e reinicie o computador.
    4. Siga as instruções na tela para instalar o ChromeOS Flex:
      • Selecione o idioma e o layout do teclado.
      • Conecte-se à sua rede Wi-Fi.
      • Aceite os termos de serviço.
      • Escolha se você deseja instalar o ChromeOS Flex como sistema operacional principal ou se deseja executá-lo temporariamente a partir do pendrive.
      • Se você escolher instalar o ChromeOS Flex como sistema operacional principal, siga as instruções na tela para formatar o seu disco rígido.
    5. Conclua a instalação e configure o seu Chromebook:
      • Após a instalação, o ChromeOS Flex será iniciado automaticamente.
      • Faça login na sua conta Google ou crie uma nova conta.
      • Siga as instruções na tela para configurar o seu Chromebook.

    Fonte: Google | Via: PCMag

    Share.