DJI Matrice 600 em voo
    Créditos: Divulgação DJI

    Com o rápido avanço do mercado de drones diversos modelos antigos da DJI estão ficando obsoletos e devem ter seu suporte suspenso em 2024. Segundo um levantamento feito pelo DroneDJ, ao menos cinco aeronaves lançadas até 2019 vão perder o suporte até fevereiro.

    Como destacado pelo site, não é possível ter certeza de todos os drones que vão perder suporte no ano que vem. O portal destaca que a DJI faz avaliações periódicas em seus produtos para estabelecer o melhor momento para o fim da vida do dele.

    “Como os produtos eletrônicos são afetados pelos desenvolvimentos tecnológicos e pelas mudanças nos requisitos de utilização, cada geração de produtos tem um ciclo de vida fixo”, afirma DJI.

    Devido a isso é possível que modelos como DJI Matrice 600, produzido até 2016, e modelos da linha Matriz 100 e 200, lançados em 2019, tenham seu suporte suspendido juntos em 24 de fevereiro de 2024.

    No total espera-se que a DJI suspenda o suporte para esses cinco dispositivos em 2024:

    DroneFim da produçãoFim do suporte
    Matrice 600Dezembro de 201624 de fevereiro de 2024
    D-RTKDezembro de 201724 de fevereiro de 2024
    SnailDezembro de 201724 de fevereiro de 2024
    Linha Matrice 200Janeiro de 201924 de fevereiro de 2024
    Matrice 100Janeiro de 201924 de fevereiro de 2024

    A linha DJI Matrice é para drones para trabalhos de produção de filmes, fotografia e aplicações industriais. Modelos como o Matrice 600 possuem tecnologias topo de linha, por isso ele, e a estação D-RTK, têm uma vida útil bastante longa.

    Vale a pena destacar que o fim do suporte não significa que esses drones ficam inoperantes.

    Isso significa que aeronaves vão perder serviços como a manutenção da DJI, atualizações de sistema e outros. Devido a isso a fabricante recomenda fortemente que os proprietários atualizem suas aeronaves.

    “A partir da data da suspensão, não forneceremos mais serviços para esses produtos que envolvam consultas, suporte técnico e manutenção do produto”, afirma a DJI.

    Fontes: DroneDJ

    Share.