Apple iOS ganha suporte nativo a streaming de games
    Créditos: Wccftech/Reprodução

    A Apple vai permitir que plataformas de streaming de jogos funcionem de forma nativa no iOS. Através de comunicado, com publicação na última quinta-feira (25), a Big Tech confirmou a novidade e vai permitir a utilização de um único aplicativo para streaming de jogos, ao invés de cada um ter seu próprio ícone de inicialização.

    De acordo com a Apple, a novidade chega ao IOS após o feedback da comunidade de desenvolvedores. Porém, a decisão também deve estar relacionada a pressão por parte da União Europeia em cima da App Store, buscando suporte a lojas de terceiros.

    Apple iOS streaming gamesApple iOS streaming games
    CRÉDITOS: Apple

    Anteriormente, a Apple exigia no iOS que cada jogo incluso em plataformas de streaming possuísse um aplicativo próprio dentro da App Store. Por causa disso, oferecer acesso ao catálogo de plataformas como o Game Pass Ultimate e NVIDIA GeForce NOW se tornava inviável.

    Além disso, ao acessar a aba de jogos de serviços como Netflix Games, o usuário seria transferido para a App Store, onde executaria o download e o acesso ao título acontece através do ícone do game na tela do smartphone.

    Agora, com a integração nativa ao streaming de games, vai ficar mais fácil acessar aos jogos da Netflix ou recorrer ao GeForce NOW. A alteração com certeza vai facilitar a vida dos usuários, mas é importante ressaltar que ela só acontece após forte pressão da União Europeia.

    Como regra de acesso, a Apple vai exigir uma indicação etária acessível no iOS. Além disso, companhias com serviços na nuvem poderão incorporar os métodos de pagamento da Big Tech da maçã às estruturas dos seus serviços.

    Enquanto a Apple afirma que a mudança no iOS é uma forma de desenvolvedores alcançarem novas chances de “crescerem seus negócios“, informações sobre popularização do streaming de games, reacendeu estudo preliminar da CMA (Competition Markets Authority) do Reino Unido sobre supostos incentivos da Apple em impedir o acesso a plataformas de jogos na nuvem, evitando concorrência com seus serviços.

    Fonte: Adrenaline, Wccftech

    Share.