Fossil anuncia saída do mercado de smartwatches
    Créditos: Divulgação/Fossil

    A tradicional marca Fossil de relógios vai abandonar de vez o setor de smartwatches. A própria companhia confirmou a mudança estratégica após uma reportagem do site The Verge.

    A empresa era uma das mais ativas no lançamento de dispositivos com o sistema operacional Wear OS, da Google. Entretanto, a última geração dela foi a sexta, lançada em 2021, que recebeu ao longo dos meses algumas edições especiais como parte da família Wellness.

    No final de 2023, alguns rumores começaram a surgir sobre o fim do lançamento de relógios inteligentes pela marca — o que só se confirmou agora por parte da empresa.

    De acordo com o comunicado oficial da porta-voz do grupo, Amanda Castelli, a mudança é um “redirecionamento de recursos”. Todos os esforços da companhia serão direcionados para outros produtos da marca que geram mais receita, incluindo a já tradicional linha de relógios de pulso.

    O Fossil Gen 5. (Fonte da imagem: Divulgação/Fossil)

    Veja o comunicado completo:

    “Na medida em que o cenário dos smartwatches evoluiu significativamente ao longo dos últimos anos, nós tomamos a decisão estratégica de sair do segmento de relógios inteligentes.

    O grupo Fossil está redirecionando recursos paa apoiar nosso núcleo forte e os segmentos centrais de nosso negócio que continuar a garantir oportunidades fortes de crescimento para nós: criar e distribuir relógios, joias e acessórios de couro tradicionais e empolgantes sob as nossas marcas licenciadas”.

    Fundada em 1984, a Fossil entrou no segmento de smartwatches em 2015. No período, a plataforma da Google ainda se chamava Android Wear.

    Em 2019, a Fossil se destacou no setor a ponto de chamar a atenção da Google. A empresa adquiriu uma tecnologia e uma equipe inteira para o seu próprio departamento de relógios inteligentes.

    Além dos lançamentos pontuais, a companhia chegou a apresentar em 2022 um modelo híbrido com oxímetro. No ano seguinte, ela registrou uma queda brusca de rendimentos, possivelmente levando a marca a tomar essa decisão.

    De acordo com a Fossil, os modelos atualmente no mercado terão suporte garantido “pelos próximos anos”, o que não significa necessariamente que eles ainda serão atualizados.

    Fonte: The Verge

    Share.