FBI alerta sobre risco de Drones chineses
    Créditos: DJI/Reprodução

    O FBI (Departamento de Investigação Federal) e a CISA (Agência de Cibersegurança e Infraestrutura) emitiram um alerta sobre a potencial ameaça dos drones chineses à segurança dos Estados Unidos.

    Não é de hoje que o governo dos Estados Unidos aplica sanções nos drones chineses, principalmente nos da DJI. Porém, a emissão de um alerta pelo FBI e CISA deve fornecer munição ao parlamento americano na busca da proibição dos drones de fabricantes da China.

    O alerta do FBI e CISA reforça o posicionamento de parlamentares americanos, sobre os riscos dos drones chinesas. De acordo com o FBI, aeronaves de empresas como DJI e Autel coletam dados dos usuários, incluindo informações sobre a infraestrutura de construções.

    O Departamento de Investigação Federal afirma que tais dados são compartilhados ilegalmente com Beijing. DJI e Autel negam há meses as acusações do governo americano.

    O alerta dos órgãos americanos pode culminar na proibição dos drones chineses em solo americano. Apesar das inúmeras proibições, aeronaves da DJI são altamente populares nos Estados Unidos. Inclusive, o próprio FBI continua comprando e utilizando os drones chineses.

    Segundo o órgão federal, os drones são indispensáveis no serviço e atualmente não há uma alternativa superior aos modelos chineses. Mesmo assim, o alerta geral é sobre a interrupção imediata da utilização dos modelos da DJI.

    Por enquanto, a recomendação não é obrigatória, mas pode acabar se tornando. Caso o governo dos Estados Unidos realmente proíba a utilização de drones chineses, isso terá um impacto enorme nos Estados Unidos. Dentro do segmento de consumidores, estima-se que 70% dos pilotos utilizam modelos da DJI.

    Além disso, demais empresas chinesas, como a Autel, possuem forte presença em demais segmentos, como o agronegócio e empresaria. A sanção de uma lei proibindo voo de drones oriundos da China, deve apresentar um impacto em escala nacional nos Estados Unidos.

    Fonte: Drone XL, Drone DJ

    Share.