DJI atualiza sistema geo geofencing
    Créditos: DJI/Reprodução

    A DJI começou o ano de 2024 com uma grande atualização do GEO Geofencing na União Europeia e Reino Unido. O update do sistema de geolocalização atualiza regras, locais, mapas e possui o objetivo de impedir o voo de drones da empresa em locais não permitidos.

    De acordo com a DJI na página oficial do update do Geo Geofencing, a integração do sistema será um processo gradual. A companhia vai atualizar o mapeamento e os dados de segurança, com informações das autoridades da União Europeia e Reino Unido.

    Existe uma série de regulamentações da Autoridade de Segurança de Aviação Europeia e o Órgão de Aviação Civil do Reino Unido, entrando em vigor em 2024. A DJI informou que os drones da empresa vão estar de acordo com as regras de voo e operação, que entraram em vigor a partir do dia 1 de janeiro.

    O sistema GEO Geofencing da DJI foi implementado, pela primeira vez, em 2013. Na época, o sistema funcionava como uma forma de impedir o voo de drones em locais como aeroportos e demais locais similares.

    Após inúmeras revisões e atualizações, o sistema possui dados de mapeamento que impedem o voo dos drones em qualquer espaço aéreo controlado. Dessa forma, o usuário não vai cometer um crime ao entrar sem perceber em locais com proibição de voos.

    O sistema da DJI também funciona da forma oposta; ele facilita a aplicação para os pilotos de drones conseguirem permissões especiais de voos em locais com proibição de voo. Caso seja necessário, o piloto possui um sistema com informações atualizadas capaz de ajudar na requisição de permissões de voo.

    A DJI garante que a atual atualização do sistema GEO Geofencing vai chegar na maior parte dos drones para consumidores, agricultura e empresariais. Por último, a companhia afirma que a atualização vai estar disponível no aplicativo de voo. É responsabilidade do usuário em manter o sistema atualizado e não violar as regulamentações europeias.

    Com a atualização a fabricante de drones atualiza os seus sistemas e garante a segurança dos voos dos pilotos de drone, nos países da União Europeia e Reino Unido. No restante do mundo, a companhia chinesa também mantém os sistemas atualizados.

    Fonte: DroneDJ

    Share.