Carregador da Tesla vira padrão mundial em carros elétricos; veja quem já usa
    Créditos: Divulgação/Tesla

    Depois de muitos anos de disputa, a montadora Tesla conseguiu uma importante vitória no setor de automóveis. A partir de agora, o carregador de carros elétricos adotado pela companhia virou o padrão da grande maioria das gigantes do setor.

    A mais nova concorrente a embarcar no padrão North American Charging Standard (NACS) é a Stellantis, que confirmou a adoção do conector nesta segunda-feira (12). A dona das linhas Chrysler e Dodge também vai permitir o uso de outra entrada bastante utilizada em seus automóveis, o Combined Charging System (CCS).

    A Stellantis confirmou ainda planois para lançar uma rede de ao menos 30 mil pontos de recarga de carros elétricos em rodovias norte-americanas até 2030. As novas estações serão compatíveis com ambos os formatos e serão construídas em parceria com outras seis montadoras do setor de elétricos.

    Além de Tesla e agora a Stellantis, as seguintes montadoras já possuem suporte em alguns veículos elétricos para o padrão NACS de recarga ou confirmaram a adoção em automóveis a partir de 2025:

    • Ford
    • Volkswagen
    • General Motors (GM)
    • Volvo
    • Mercedes
    • Honda
    • BMW
    • Lucid
    • Polestar

    O grande trunfo da montadora chefiada por Elon Musk para tornar o seu conector de recarga o mais usado no mercado aconteceu em 2022. Foi neste ano que a Tesla tornou a tecnologia de carregamento NACS de código aberto, ou seja, disponibilizou ela publicamente para adoção e compartilhamento.

    No ano seguinte, a companhia reforçou a participação em uma política do governo dos Estados Unidos para compartilhar a rede de carregamento proprietária. Foi em 2023 que as populares Ford e Volvo confirmaram a adoção do NACS como entrada única ou uma das possibilidades de recarga.

    A montadora de Musk planeja lançar um novo Tesla mais acessível em preço em 2025. Além disso, ela deve seguir com as entregas da picape elétrica futurista Cybertruck e o desenvolvimento do Optimus, o robô para tarfas domésticas e industriais.

    No ano passado, a companhia bateu o próprio recorde de entrega de veículos, mas foi ultrapassada pela chinesa BYD em número de carros elétricos comercializados.

    Fontes: Engadget, Stellantis

    Share.