Rabbit R1 com Perplexity
    Créditos: Divulgação/Rabbit

    Um dos gadgets mais comentados da Consumer Electronics Show (CES) deste ano foi o Rabbit R1, um assistente virtual que utiliza a tecnologia de Inteligência Artificial (IA) da Perplexity para responder às perguntas dos usuários de forma inovadora.

    A parceria entre as duas empresas promete mudar a forma como acessamos informações online, tornando a experiência mais natural e intuitiva.

    O Rabbit R1, que utiliza Perplexity IA, é um dispositivo portátil com tela sensível ao toque de 2,88 polegadas, botão de ativação por voz, câmera, alto-falante e dois microfones. Ele elimina a necessidade de pegar o celular para tarefas como realizar pesquisas na web, tocar músicas no Spotify ou pedir um táxi.

    O grande diferencial do R1 está na inteligência artificial embarcada. A Perplexity utiliza uma combinação de modelos próprios e de terceiros, como o Gemini do Google, o Mistra 7B, o Claude 2.1 da Anthropic e o GPT-4 da OpenAI, para buscar informações precisas na internet.

    Diferente dos mecanismos de busca tradicionais, a Perplexity processa as perguntas dos usuários em linguagem natural, oferecendo respostas e sugestões contextualmente relevantes. Isso coloca o R1 em competição direta com soluções como o Bard do Google, o Copilot da Microsoft e o You.com, todos integrantes do nascente espaço de busca com base em IA Generativa.

    Os primeiros 100 mil compradores do Rabbit R1 receberão um ano de assinatura gratuita do Perplexity Pro, a versão premium do serviço de busca com inteligência artificial.

    O dispositivo, projetado pela Teenage Engineering, já teve 50 mil unidades reservadas em pré-venda e a Rabbit anunciou a abertura de pedidos para a 6ª leva de produção, com mais 50 mil unidades. A empresa garante que os clientes da União Europeia e do Reino Unido receberão seus R1s até o final de julho, mesmo aqueles que adquirirem o aparelho na última leva de pré-venda.

    A Perplexity AI captou recentemente US$ 73,6 milhões em investimentos, liderados pela IVP, com participações adicionais de NEA, Databricks Ventures, Nvidia, ex-vice-presidente do Twitter Elad Gil, CEO da Shopify Tobi Lutke, ex-CEO do GitHub Nat Friedman, fundador da Vercel Guillermo Rauch e Jeff Bezos.

    O alto valor da rodada de investimentos, com uma avaliação de US$ 520 milhões, reflete a confiança do mercado na tecnologia da Perplexity e no potencial do Rabbit R1 para revolucionar a forma como buscamos informações online.

    Fonte: TechCrunch

    Share.