iwork
    Créditos: Divulgação/Apple

    A Apple finalmente parece estar embarcando no universo da Inteligência Artificial (AI). Pouco expressiva nesse segmento desde o sucesso do ChatGPT, a companhia Apple adquiriu o domínio iwork.ai, movimento que gerou especulações de avanços nos apps do iWork (Keynote, Numbers e Pages).

    A compra do domínio sugere que a Apple estaria planejando uma transformação nesses aplicativos, que poderiam receber recursos relacionados à geração de conteúdo a partir de comandos com texto.

    iPhone SE 4 vai ser lançado em 2025 com tela OLED do iPhone 14

    Embora a compra do domínio iwork.ai seja um indício claro do interesse da Apple pela AI, há motivos para se manter cauteloso quanto às novidades. Em comunicado oficial, a empresa de Tim Cook declarou que está trabalhando em projetos na área, mas evitou detalhes.

    Ao mesmo tempo, uma ferramenta recentemente divulgada pela gigante da tecnologia – o modelo open-source MLLM-Guided Image Editing (MGIE) – reforça a hipótese de mudanças significativas para a suíte iWork.

    Em colaboração com pesquisadores da Universidade da Califórnia, a Apple disponibilizou essa tecnologia capaz de realizar edições precisas em imagens de acordo com instruções do usuário.

    Tendo em vista o momento da aquisição do iwork.ai e o modelo de edição, MGIE, é tentador concluir que os apps da suíte iWork terão novidades em breve. Lançado há quase 20 anos, o iWork não apresenta grande evolução recente, fazendo muitos aguardar mudanças substanciais.

    O investimento em AI pode ser a resposta e representar uma virada para a Apple na oferta de ferramentas de produtividade, que são até então fornecidas gratuitamente pela empresa.

    Apesar dos sinais, o foco principal da Apple parece ser a integração da AI com seus sistemas operacionais. De acordo com a Bloomberg, a tecnologia terá espaço central no iOS 18, e uma renovada Siri com recursos similares ao ChatGPT poderia surgir na WWDC 2024.

    Ainda assim, alguns analistas preveem os recursos mais expressivos de AI apenas para 2025, sugerindo uma possível espera a médio-longo prazos usuários aguardando essas novidades.

    Fonte: 9to5mac

    Share.